Segunda-Feira, 25 de Setembro de 2017 às 10:00 - Atualizado em Segunda-Feira, 25 de Setembro de 2017 às 10:51

Mulher deixa bebida, muda hábitos e perde 26 kg em um ano; veja antes e depois

Fugir da obesidade e buscar uma vida mais saudável são desafios diários para muita gente. Desafio vencido pela assistente administrativo Isabela Walcacer, de 33 anos. Fotos do antes e do depois mostram como o corpo dela se transformou. A mudança foi motivada por problemas de saúde na família. Ela decidiu deixar o álcool, mudar os hábitos alimentares e perdeu 26 quilos em um ano. 

 

Isabela conta que no ano passado fez alguns exames de sangue, que identificaram alterações. “A taxa de colesterol estava alta e o IMC apontou que eu estava perto da obesidade. Preferi mudar antes de esperar algo acontecer”. O medo de Isabela é porque que o pai dela tem problemas de saúde. “Meu pai tem problema cardiovascular, pressão arterial. Desde novo, ele teve que mudar a rotina de vida dele. Quando você vê pela questão da saúde e você olha no espelho, a ficha cai”.

 

A assistente administrativo deixou de consumir bebidas alcoólicas, tirou o açúcar e o carboidrato. Também passou a praticar exercícios físicos. Hoje ela ostenta um abdômen definido e um estilo de vida mais saudável. Vai para a academia de segunda a sábado e malha cerca de 2 horas por dia. “Foi muito bom ter desvinculado disso porque eu bebia muito, muito mesmo”. 

 

Outra que precisou mudar foi a microempreendedora Nassa Élida Pinheiro. Há nove meses, ela até pensou em fazer a cirurgia bariátrica. O objetivo era emagrecer para realizar o sonho de ser mãe. Mas com medo das consequências, ela resolveu seguir orientações médicas, mudou os hábitos alimentares e perdeu 45 quilos. 

 

Mesmo trabalhando no ramo alimentício, Nassa usa a força de vontade como principal componente da dieta. “Como eu trabalho com desenvolvimento humano, eu me reprogramei para chegar em um estado desejado. E para chegar nesse estado desejado, eu descobri que foco é força. Então tem que estar focada, apesar dê as vezes ter as tentações de ver os pratos bonitos e a vontade de comer”. 

 

A meta é que até o mês de dezembro deste ano, ela consiga perder mais 15 quilos. “A minha determinação de alcançar meu objetivo que é ser mãe e para ser mãe eu teria que emagrecer 60 quilos. Eu me propus a eliminar esses 60 quilos. Atualmente, eu já eliminei 45, agora estou em busca do restante”. 

 

Doença 


A médica endocrinologista Andreza Vital Barreto explica que a obesidade é uma doença que pode provocar sérias consequências na saúde. “Ela é muito mais olhada como questão de estética, mas ela é uma doença e pode trazer outras doenças circulatórias, maior risco de infarto, maior risco de AVC, hipertensão”. 

A médica explica ainda que a melhor forma de prevenir a obesidade é com atividades físicas e com hábitos alimentares saudáveis, todos os dias. 

 

“Eu brinco que o tratamento contra a obesidade tinha que começar no consultório do psicólogo. A gente sabe como deve comer, o que deve fazer, mas porque é tão difícil mudar esse comportamento. Aqui entra uma questão cultural, uma questão familiar, étnica, religiosa. São várias coisas envolvidas. Muitas vezes a gente agrada uma criança com um doce, compensa com uma sobremesa”, explicou. 

Tag's: Mulher, emagrecimento, obesidade

Fonte: G1

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADES