Terça-Feira, 03 de Outubro de 2017 às 08:31 - Atualizado em Terça-Feira, 03 de Outubro de 2017 às 14:44

Correios fazem mutirão de entregas e greve perde força após decisão da Justiça

Considerada abusiva pela Justiça, a paralisação dos funcionários dos Correios completou seis dias no Tocantins nesta segunda-feira (2). Apenas as agências de Araguacema, Cristalândia, Novo Alegre e Novo Jardim continuam fechadas, segundo a superintendência da empresa no estado. 

 
 

Um mutirão feito durante o final de semana entregou mais de 24 mil correspondências e 2 mil encomendas em Palmas e Araguaína. Com isso, segundo os Correios, as entregas foram normalizadas. 

 

Um levantamento feito durante a manhã pelos Correios apontou que 95% dos empregados estão trabalhando. O sindicato da categoria confirmou que houve redução no movimento. 

 

A paralisação foi considerada abusiva pelo Tribunal Superior do Trabalho (TST) na semana passada porque começou durante um período de negociação entre os empregados e a empresa. Uma nova assembleia deve ser realizada no fim da semana para decidir se a paralisação continua no Tocantins. 

 

Entenda 


Os funcionários dos Correios no Tocantins decidiram aderir à greve nacional nesta quarta-feira (27). A categoria fez assembleia em sete cidades e a maioria votou a favor da paralisação. No Tocantins, os trabalhadores cobram mais segurança e estrutura nas agências. 

 

Tag's: Correios, greve, justiça

Fonte: G1

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADES