Terça-Feira, 26 de Setembro de 2017 às 16:14

ABUSO: Avô é preso suspeito de estuprar neta de cinco anos

Um catador de lixo de 50 anos foi preso nesta terça-feira (26) em Boa Vista suspeito de estuprar a própria neta, uma menina de 5 anos. Segundo Eliane Gonçalves, delegada responsável pelo caso, o avô, que é guianense, abusou da neta no último final de semana de agosto. O estupro ocorreu na casa do suspeito. 



 

"A menina e irmã dela, uma criança de 3 anos, foram passar o final de semana na casa do avô e ocorreu o crime. Para impedir que ela gritasse, ele colocou um pano na boca da neta. A garota de 3 anos testemunhou tudo", relatou a delegada. 

 

 

De acordo com ela, a mãe da vítima desconfiou do abuso logo no dia seguinte ao retorno da menina para casa. Ela percebeu que a filha estava com dores e dificuldade para andar. 

 

"Quando ela conversou com a menina e com a irmã descobriu o abuso. Ela foi tirar satisfação com o avô e ele a ameaçou de morte. Então, ela ficou com medo de procurar a polícia", detalhou. 

 
O caso foi denunciado pouco depois para a Polícia Civil que iniciou as investigações e obteve na Justiça o mandado de prisão preventiva do catador. Exames confirmaram que a menina foi estuprada. Ao ser preso nesta manhã, o avô primeiro negou o crime. Depois, no entanto, confessou que tinha 'mexido' com a neta. Ele foi preso e levado para o Núcleo de Proteção à Criança e ao Adolescente (NPCA). A menina está sob cuidados.  
 

 

 

Agora, a polícia também vai investigar uma denúncia de que o suspeito já estuprou outras crianças, inclusive uma filha que é deficiente.  

"Há relatos de que ele também abusou de crianças na Guiana, de onde teria sido expulso por conta desses crimes", finalizou a delegada Eliane Gonçalves.  

 

 

O catador deve ser levado ainda nesta segunda para a Penitenciária Agrícola de Monte Cristo. Ele vai responder pelo crime de estupro de vulnerável. 

 

Tag's: catador, avô, estupro

Fonte: G1

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADES