Segunda-Feira, 18 de Setembro de 2017 às 15:33

Sete pessoas são mortas depois do assassinato de Policial Militar

Depois do assassinato do policial militar, Raimundo Nonato Oliveira de Sousa, de 51 anos, na noite da última segunda-feira (11), no município de Parauapebas, a polícia registrou a morte de outras sete pessoas em diversos bairros da cidade. Quatro delas foram executadas no meio da rua, na manhã de terça-feira (12). 

Os corpos das vítimas foram levados para o Instituto Médico Legal de Marabá, já que o IML de Parauapebas passa por reformas. Segundo a polícia, Robson Gonzaga dos Santos, de 20 anos, foi morto ainda na noite desta segunda-feira, na Rua Bragança, no bairro Linha Verde. Mikael Oliveira de Oliveira e Arthur Gama, de 19 anos, foram baleados na manhã desta terça-feira, no bairro Vila Nova. Mikael morreu na hora, já Artur deu entrada no Hospital Municipal de Parauapebas, mas não resistiu aos ferimentos. Também, pela manhã, foi morto a tiros Luiz Gustavo Lacerda no bairro Nova Vida. No início da tarde, a sexta vítima deu entrada no IML, mas o nome não foi divulgado. A polícia ainda não sabe se os assassinatos têm relação com a morte do PM. Por volta das 22 horas outra pessoa foi baleada no bairro da Paz.

O Cabo Santarém, como era chamado entre os colegas, tinha 23 anos dedicados à Policia Militar. Segundo a polícia, a casa do PM foi invadida por volta das 23 horas, por quatro homens que chegaram a anunciar o assalto. Ao perceberam que Raimundo Nonato era Policial Militar, eles resolveram amarrá-lo e torturá-lo com facadas. Os bandidos ainda usaram a arma do policial dando quatro tiros contra Raimundo, que mesmo muito ferido conseguiu se jogar pela janela para pedir socorro. Com o barulho, os bandidos fugiram. O PM foi levado com vida para o Hospital, mas morreu minutos depois.

O Comando da Policia Militar está oferecendo cinco mil reais de recompensa para quem repassar informações que levem a localização dos criminosos, através do disque-denúncia. O velório do policial militar está acontecendo no auditório da Câmara Municipal de Parauapebas. O militar foi enterrado na manhã desta quarta-feira (13), no Cemitério Municipal Jardim da Saudade, onde recebeu homenagens do 23º Batalhão da Policia Militar de Parauapebas.

 

Tag's: policial, assassinatos, PM

Fonte: Jornal A Notícia

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADES