Quarta-Feira, 20 de Setembro de 2017 às 20:58

Juiz aposentado tenta matar irmão a tiros

Um juiz aposentado foi preso em Imperatriz depois de tentar matar o irmão no último domingo (17). Erivelton Cabral estava preso desde segunda-feira (18) no quartel do 3º Batalhão de Polícia Militar, mas passou mal e foi encaminhado para um hospital, onde permanece internado. 

O juiz aposentado foi preso depois de prestar depoimento pela tentativa de homicídio contra o irmão Elton Cabral e namorada dele no fim de semana. Câmeras registraram o momento em que o médico morador de Balsas chega a um clube acompanhado da namorada.

O magistrado Erivelton Cabral chegou de táxi, ficou escondido e quando avistou o irmão se aproximou e atirou. A mulher tentou defender o namorado e levou um tiro na perna. O juiz ainda correu atrás de Elton atirando, e acertou de raspão o abdômen dele. Segundo a polícia, a desavença entre os irmãos seria motivada por herança.

Antes de ser preso, o juiz aposentado enviou mensagens para outro irmão, onde ele debocha por estar impune. A família dele entregou os áudios à polícia.

Histórico de violência

Em fevereiro deste ano o juiz já havia ameaçado o irmão de morte. Ele foi abordado em uma barreira policial a caminho da cidade de Balsas e detido com uma pistola e um revólver porque o porte de arma estava suspenso.

Erivelton Cabral já foi delegado de Polícia Civil em Imperatriz, procurador do estado do maranhão e por último, juiz no estado do Tocantins. Ele se aposentou no início deste ano, mas já se envolveu em várias ocorrências policiais.

Em 2014, segundo o delegado Eduardo Galvão, o juiz ameaçou de morte um funcionário público no fórum da capital e em 2013, um defensor público, durante um júri. Nesse histórico de violência o juiz também responde por violência doméstica contra a ex-mulher. Processo que corre em segredo de justiça.

Tag's: herança, juiz, irmão, tiro

Fonte: G1

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADES