Segunda-Feira, 11 de Setembro de 2017 às 17:50

Decretada a prisão preventiva de acusado de matar a mulher

O juiz plantonista Luís Carlos Dutra manteve a prisão de Joel Magno Siqueira dos Santos, de 40 anos, em audiência de custódia ocorrida na tarde de ontem, no Fórum Desembargador Sarney Costa, no Calhau. Segundo a polícia, Joel dos Santos foi preso em flagrante pelo crime de feminicídio. Ele é acusado de ter assassinado a golpes de faca a sua esposa Carla Dayane Sousa dos Santos, de 26 anos, na frente dos filhos menores de idade, na noite de sábado, 9, no apartamento do casal, em um condomínio do bairro do Anil. 

O acusado chegou ao fórum escoltado pelos agentes penitenciários e foi ouvido pelo magistrado. Ele declarou que não se lembra de ter cometido essa ação criminosa e apenas tem ciência que foi levado para a delegacia pela Polícia Militar. Luís Carlos Dutra analisou o processo e converteu a prisão em flagrante em preventiva. Em seguida, Joel dos Santos foi levado para o Complexo Penitenciário de Pedrinhas onde vai ficar preso à disposição da Justiça.

O coronel Aritana Lisboa, chefe do Comando de Policiamento de Área Metropolitana II (CPAM II), informou que o acusado após o crime teria tentado fugir da cidade, mas acabou preso nas proximidades do aeroporto, no bairro Tirirical, durante um cerco policial feito pelas guarnições do 6º e 9º Batalhão da Polícia Militar.

O acusado no momento da abordagem estava sujo de sangue e ainda portava a faca utilizada no crime. O coronel informou, também, que o autor do crime foi levado para a sede da Superintendência Estadual de Homicídios e Proteção a Pessoas (SHPP), no Centro, onde foi autuado em flagrante. “O acusado foi preso com a arma suja de sangue”, declarou o coronel.

Ainda segundo o militar, foram enviados policiais militares para o local do crime. Eles isolaram a área até a chegada dos peritos do Instituto de Criminalística (Icrim). O corpo da vítima foi encontrado com várias perfurações de faca e dentro do apartamento muito sangue espalhado, principalmente no banheiro e na sala.

Também no local estavam os três filhos da vítima, que foram entregues para os familiares. O corpo dela foi removido para o Instituto Médico Legal (IML), no Bacanga, onde foram feitos os exames de praxes e ontem pela manhã foi liberado para os familiares. O velório e o sepultamento ocorreram na cidade de Viana.

Há informações de que o casal constantemente brigava. Inclusive, eles teriam discutido no por toda a semana passada e no sábado acabou agressões físicas e no assassinato.

Tag's: preso, crime, familia, esposa, filhos

Fonte: G1

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADES