Segunda-Feira, 19 de Junho de 2017 às 11:45

Condenado por homicídio rodava como mototaxista

Um homem foi conduzido até o Ciosp do Pacoval neste domingo (19) após ser flagrado rodando em uma motocicleta roubada. O suspeito estava circulando como mototaxista clandestino e já cumpriu pena no Instituto de Administração Penitenciária do Amapá (Iapen).

O flagrante ocorreu por volta das 17h, durante uma abordagem de rotina do Grupamento de Trânsito da Guarda Civil de Macapá. Foi no cruzamento da Rua Leopoldo Machado com a Avenida Henrique Galúcio, no Bairro do Trem, em Macapá, que o motociclista levantou suspeita.

A moto estava pintada de amarelo, mas tinha placa cinza. Além disso, o condutor estava vestido como mototáxi.

“Ele já ia pegar um passageiro na frente do Shopping Macapá quando nós o abordamos. Foi detectado o serviço clandestino. Depois detectamos um alerta de roubo da moto e mais tarde descobrimos que ele está em liberdade condicional “assinando” pelos 25 anos a que foi condenado por homicídio”, informou o inspetor Elielson, da GCM.

A equipe descobriu que a moto foi roubada há 1 mês. O proprietário foi acionado no mesmo instante e procurou o Ciosp do Pacoval para reaver o veículo. 

Há cerca de 1 mês a Guarda Civil de Macapá está atuando no trânsito da capital, principalmente no combate ao serviço clandestino de mototáxi. A prisão do falso mototaxista foi considerada uma situação que ilustra uma mensagem que as autoridades divulgam há muito tempo. 

“Pedimos a população que não use esses mototaxistas. (…) Para você ver como a população corre risco pegando uma mototáxi clandestina”, exemplificou. 

Cilfarnei Trindade da Silva, de 46 anos, que estava cumprindo o restante da pena de 25 anos em liberdade, foi autuado em flagrante pelo delegado de plantão no Ciosp do Pacoval. 
 

Tag's: Amapá, Polícia, Macapá

Fonte: Seles Nafe

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADES